Guedes: Reforma Tributária começará ainda em 2019 com unificação de impostos

Durante um discurso para centenas de prefeitos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a Reforma Tributária começará ainda em 2019, com a unificação de até cinco tributos em um imposto único.

Apesar de não especificar quais tributos serão extintos para o surgimento do novo imposto, o responsável pela pasta trabalhista garantiu que prefeitos e governadores serão beneficiados, uma vez que a arrecadação obtida desse tributo unificado será dividida entre as federações e as cidades.

Vamos baixar, simplificar, reduzir impostos para o Brasil crescer. É a reforma tributária. Primeiro, vamos pegar três, quatro, cinco impostos e fundir em um só. Vai chamar Imposto Único Federal e, na hora que nós unificarmos, sua arrecadação será compartilhada entre municípios e estados”, disse Guedes.

Problema sistêmico

Além disso, Paulo Guedes disse que o fato de tanto estados quanto cidades estarem com problemas financeiros comprova que o sistema tributário precisa ser melhorado.

Se fosse um prefeito apertado e um governador apertado, seria um caso de má gestão. Mas estão todos apertados. Se Estados e municípios estão muito apertados financeiramente, é porque há algo sistêmico“.

Também presente ao mesmo evento, o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, revelou que será criado um imposto eletrônico sobre pagamentos, que englobará as movimentações financeiras, e uma nota fiscal eletrônica sobre o setor de serviços que, de acordo com ele, aumentará a arrecadação dos municípios com base na exploração de serviços e irá “revolucionar as administrações tributárias”.

Qual é o filé mignon tributário hoje? Os serviços. É a base tributária que mais se expande no mundo todo. Não tenho dúvidas de que, em mais 10 ou 15 anos, vai representar a maior parte da base tributária explorada por todos os governos no mundo inteiro“, garantiu.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *